110 anos!!!


21 de agosto de 2008. 110º aniversário do Club de Regatas Vasco da Gama. 110 anos de História, glórias, pioneirismo, conquistas e participação em eventos que marcaram a História do Brasil.

Hoje, dia 21 de agosto de 2008, o nosso Vascão completa 110 anos de muitas conquistas, uma História de Pioneirismo em muitas ações no cenário do futebol nacional e internacional, luta contra o racismo, e participação mesmo na História da República no Brasil, pois foi em São Januário, estádio próprio construído com o esforço da colônia Lusa do Rio de Janeiro, que Getúlio Vargas promulgou a CLT.

O Club de Regatas Vasco da Gama, o time da virada, o time de São Januário, palco de muitos eventos importantes é um orgulho do Futebol Brasileiro, um clube apaixonante por sua História e um elo de ligação entre Brasil e Portugal! Nós do blog “Incondicionalmente Vasco!” nos sentimos felizes e orgulhosos por esta data.

Nós do “Incondicionalmente Vasco!” enumeramos alguns fatos marcantes da História de nosso Clube de coração!

CONQUISTAS EM 110 ANOS

As principais conquistas do Vasco em seus 110 anos de vida foram: 1) O Sul – Americano de 1948, no Chile, Torneio internacional em que o Vasco se sagrou campeão invicto tendo enfrentado equipes poderosas como o Nacional, do Uruguai, e La Maquina, como era chamado o time do River Plate, do craque Di Stefano; 2).A da Libertadores de 1998. Curiosamente, no dia 26 de agosto, o título vai comemorar dez anos. Na final, o time da Colina venceu o Barcelona, de Guayaquil, por 2 a 1, em Guyaquil, e ficou com a taça continental. De lá para cá, o time colecionou outros troféus importantes, como o Brasileirão de 2000 e a Copa Mercosul do mesmo ano.

Em sua história, o Vasco já conquistou 22 estaduais, quatro brasileiros, uma Libertadores, um sul-americano, uma Mercosul, três Rio-São Paulo, sem falar em torneios nacionais e internacionais, entre eles o Tereza Herrera e o Ramon de Carranza, ambos na Espanha.

FEITOS HISTÓRICOS

Como é comum na História Cruzmaltina, o Vasco foi pioneiro também na escolha de seu novo presidente. Pela primeira vez na história do futebol brasileiro, um ex-jogador é eleito o mandatário de um clube. Em junho, Roberto Dinamite foi eleito presidente para o triênio 2008/2009/2010, após um processo eleitoral em duas etapas, ambas com urnas eletrônicas. Tal fato também é digno de menção, pois o Vasco foi o primeiro clube carioca a adotar tais urnas em um processo eleitoral para escolha de seus mandatários.

Em 1924, repudiando uma medida tomada pela Assosciação Metropolitana de Esportes Atléticos, o então presidente do Vasco, José Augusto Prestes, enviou uma carta aos dirigentes afirmando que o clube não afastaria de seu elenco atletas de classes mais baixas e negros. Sem poder disputar a principal competição do Estado, a equipe passou a competir na Liga Metropolitana de Desportos. Além de quebrar o tabu de ter atletas mestiços no grupo, a Colina também rompeu a barreira de ter o primeiro presidente negro da história das instituições de futebol. O fato ocorreu em 1904 com a nomeação de Cândido José de Araújo.

Um ano antes, em 23, o Vasco criava uma outra situação no futebol, que acabaria se tornando uma rotina nos grandes clubes brasileiros. A diretoria criou o famoso “bicho”, premiação paga aos atletas por uma conquista ou por uma vitória em uma competição.

Outra curiosidade é que o Vasco é o único clube brasileiro que conquistou um título em sua estréia em uma competição oficial. O feito ocorreu no Campeonato Carioca de 1923, quando a equipe se sagrou campeã.

EXPRESSO DA VITÓRIA

Djalma, Maneca, Friaça, Lelé e Chico. Os vascaínos com mais de 60 anos se recordam muito bem dessa linha de frente, a primeira do famoso “Expresso da Vitória”, que foi apresentado ao mundo em 1947. No ano seguinte, porém, com o retorno de Ademir Menezes, é que o time levantou o seu principal troféu, o de campeão sul-americana de 1948, que neste ano de 2008, completa 60 anos!

“Enquanto existir um coração infantil, o Vasco será imortal!”

Anúncios