Carioca 2012: Um bom começo de Pré-Temporada!


Pré-Temporada em Atibaia - Fonte: Site Oficial do CRVG - foto de Marcelo Sadio

Começa o Campeonato regional mais charmoso do Brasil! Frase empolgante se não fosse nostálgica. Há muito tempo o Campeonato Carioca deixou de ser charmoso, vistoso e bem jogado. O que temos assistido até agora é de uma monotonia só. Um campeonato que se resume aos 4 grandes times cariocas e mais 12 times que não podem fazer frente restando-lhes apenas a camisa, com história! Isto mesmo 12 times que passam a maior parte do resto da temporada parados. Alguns poucos disputarão as Séries C e D do Brasileiro 2012, sem muitas chances de sucesso. É muito pouco para um campeonato o qual a detentora dos direitos de transmissão não exibe os gols das demais partidas em que não há um time grande envolvido, não passa certos jogos dos chamados pequenos, nem mesmo no PPV. É sinal de que são apenas coadjuvantes, incapazes de pretender qualquer coisa além de figuração e pregar uma peça em algum grande que dê bobeira.

O Futebol carioca se resume, hoje, aos 4 grandes times do RJ e só! Cadê o América? Cadê o Bangu?! Cadê os mandos de campo nas Casas dos “pequenos”, que davam a estes alguma chance de tirar pontos dos “grandes”? Pois é! Jogamos 15 rodadas, mais duas semi-finais, e duas partidas finais para nos certificarmos de que nenhum pequeno aprontará qualquer surpresa. Nos anos 80 e até a metade dos anos 90 o campeonato carioca era bem mais competitivo e emocionante. Dos times de menor expressão emergiam grandes talentos, como o celeiro de craques que era o América. Até o Olaria abriu as portas do Mundo do Futebol para Romário. Mas e agora? Agora o Campeonato Carioca é, praticamente, um torneio de Verão, preparatório para o restante da desgastante temporada nacional e internacional, com uma maratona de jogos.

Mas para o Vasco tem o outro lado! O “porém” desse campeonato. É que o Vasco, de volta à Libertadores, depois de mais de uma década, e de olho, também, no Brasileirão necessita dar ritmo e entrosamento ao seu elenco, identificar novas carências e consolidar apostas. E para isto este campeonato regional vem servindo bem. E para ser sincero tenho gostado desse início de temporada. o Trem-Bala vem demonstrando equilíbrio, boa posse de bola, poucas faltas, bons lançamentos e arremates, e olha que ainda tem gente bem qualificada para fazer a sua estréia (Felipe, Abelairas e Tenório).

No mais, seria bom e cauteloso escalar um time misto contra o Bangu, para o compromisso desta 4ª feira, e a Diretoria continuar a procurar por mais um bom volante, um lateral esquerdo e outro direito, além de um goleiro experiente, para o caso de Prass sofrer outro problema. Em Libertadores da América, experiência faz a diferença!

Sobre a decisão tomada pelos jogadores de não concentrar quero expressar aqui minhas opiniões: Em primeiro lugar, deve-se entender a situação deles. Assinaram contrato, o Clube tem patrocínio, é dever do deste pagar os salários daqueles. E mais, não ter concentrado consolida a união desse grupo formado pelo CRVG, além de ser um ato pioneiro de movimento de jogadores de futebol em busca de um nível mais elevado de profissionalismo. Na Europa é normal não concentrar quando há jogos em sequência que possam privar o jogador do convívio de sua família. De outro lado lá há uma relação de confiança muito forte entre o clube e o jogador. Torço muito por uma bela goleada do Vascão, hoje! Uma vitória, sem que tenha havido concentração, pode levar nossos dirigentes e jogadores a um novo rumo, uma nova forma de conduzir essa relação profissional. E que este movimento dos jogadores vascaínos tenha servido de alerta para a necessidade de se obter um patrocínio Master mais rentável, e menos burocrático.

Vamos Vascão! Vamos buscar esta Taça Guanabara e classificar para as oitvas da Copa Libertadores da América! Mãos à obra! E nós vamos juntos, incondicionalmente!!!