VASCO SÓ EMPATA COM A PONTE PRETA, E VAGA NO G4 FICA AMEAÇADA!


Foto de Gustavo Magnusson – Fotoarena

Brasileirão – 2012
Ponte Preta 0 x 0 Vasco da Gama
22/09/2012

Por Leandro Monteiro

Edição: Marcus Simonini

Vasco só empata com a Ponte , e vaga no G4 fica ameaçada !

“Após uma semana conturbada na política do clube, entre pedidos de demissão, troca de cargo e o vexame do corte d´água em São Januário (numa demonstração clara de despreparo da diretoria vascaína), O Vasco foi a Campinas e não passou do empate contra Ponte Preta.

Tivemos um primeiro tempo morno, onde a partida se configurou mais pela marcação das duas equipes do que por lances de inteligência no meio campo.

Pelo lado do Vasco, Felipe e Juninho não conseguiram impor o ritmo e a qualidade necessária para a criação de boas jogadas no ataque, e a Ponte, por sua vez, trabalhava mais a bola, tomava a iniciativa do jogo, mas era pouco efetiva e não ameaçava a zaga vascaína. Para não dizer que a primeira etapa passou em branco, a Ponte quase marcou seu gol aos 18 minutos do primeiro tempo, numa boa cobrança de escanteio de Marcinho, Roger cabeceou firme, e Fernando Prass fez boa defesa. Numa etapa de poucas chances e poucofutebol, o placar só poderia mesmo terminar num chato OxO.

O segundo tempo começou com a Ponte pressionando o Vasco. Logo no 1º minuto de jogo, pelo lado esquerdo da defesa vascaína, Renato Silva corta mal, o atacante Luan aproveita e conclui para o gol, a bola resvala na zaga vascaína e sai pela linha de fundo, em escanteio para a Ponte Preta. Dando sequência ao lance, Marcinho faz boa cobrança, a zaga vascaína não corta, e Roger conclui dentro da pequena área, mas por sorte a bola passa por cima do gol de Prass. A partir daí, a Ponte se anima, ganha a posse de bola no meio campo, e imprime uma grande pressão no Vasco durante os primeiros 12 minutos. O Vasco se segurou com pôde, não levou o gol e conseguiu conter o ímpeto da equipe campineira. O time vascaíno só veio equilibrar as ações por volta dos 20 minutos, quando, com mais presença de meio campo, até em virtude das substituições realizadas, colocando John Clay e Felipe Bastos nos lugares de Felipe e William Matheus (respectivamente), conseguiu melhorar na marcação e esboçou algumas jogadas em velocidade. Apesar da evolução, faltou qualidade aos homens de meio que pouco conseguiram criar, e as jogadas de velocidade também não tiveram a continuidade necessária para envolver a zaga adversária (vale destacar que a maioria das jogadas rápidas, mais uma vez, esbarraram na incrível má fase de Éder Luiz). A partida manteve esse panorama até o seu fim, e terminou no empate.

O resultado não agradou a torcida, pois apesar de jogarmos fora de casa, e contra um time bem montado como o da Ponte, a responsabilidade de vencer, mais uma vez, era toda do time vascaíno. O Vasco, em nenhum momento da partida, se impôs como um time que briga por vaga no G4, e o futebol apresentado foi abaixo do esperado. O esquema de Marcelo Oliveira, colocando Felipe mais adiantado e com a responsabilidade única de criação, não surtiu oefeito desejado, porém, até pela falta de opções no elenco (e pelo individualismo excessivo de Carlos Alberto), precisamos testá-lo novamente contra o Figueira.

Bem, se o Vasco ainda quer se manter na briga pelo G4 precisa jogar muito mais do que mostrou contra a Ponte, e para início de conversa, voltar a vencer urgentemnete. A vitória do São Paulo sobre o Cruzeiro, ligou o sinal de alerta máximo no time, pois a diferença para o São Paulo (hoje nosso 1º concorrente a vaga) é de apenas 2 pontos! Não há mais espaço para vacilos e desculpas, e qualquer erro de percurso a partir de agora poderá nos custar a perda da vaga na Copa Libertadores 2013 e todo o trabalho de uma temporada.

No próximo Sábado, contra o Figueirense, em São Januário, teremos mais uma oportunidade, onde o resultado só pode ser um: a vitória!”

LOTAR SÃO JANUÁRIO E EMPURRAR NOSSOS JOGADORES É NOSSO DEVER, NOSSA PARTE. VAMOS FAZÊ-LO!

REVITALIZAÇÃO DO ENTORNO E REFORMA DE SÃO JANUÁRIO: GALERA, JÁ SUPERAMOS A MARCA DE 7000 ASSINATURAS E PRECISAMOS BATER A META DAS 10 MIL! VAMOS ASSINAR, E DIVULGAR!

NÃO PENSE NO QUE O VASCO PODE FAZER POR VOCÊ! PENSE NO QUE VOCÊ PODE FAZER PELO VASCO, HOJE!

RIO 2016, A OPORTUNIDADE HISTÓRICA DE COLOCAR O VASCO NA HISTÓRIA DOS JOGOS OLÍMPICOS, O EVENTO QUE VAI TRANSFORMAR SÃO JANUÁRIO E SEU ENTORNO!

O VASCO MERECE, E PRECISA! E CONTA COM VOCÊ!

ACESSE, DIVULGUE: http://www.webvasco.com/social/leia-no-webvasco/colunas/marcelo-paiva/289-revitalizacao-do-entorno-e-ampliacao-de-sao-januario-ja.html

AO VASCO TUDO! INCONDICIONALMENTE!

Anúncios