TRISTE FIM DE TEMPORADA PARA O VASCO


A desastrosa reunião do Conselho Deliberativo do Club de Regatas Vasco da Gama, no dia anterior, face aos fatos já noticiados pela Imprensa, parecia o prenúncio do que se viu ontem à noite no gramado de São Januário, conforme as fotos acima bem ilustram. Aliás, muitas coisas estranhas e anormais aconteceram nessa reunião do CD, como a concordância do Conselho de Beneméritos, presidido por Eurico Miranda, com a prorrogação por 60 dias, para que a Diretoria do CRVG retifique o balanço do exercício financeiro de 2011. Confira síntese dos fatos em: http://www.supervasco.com/noticias/dinamite-recebeu-apoio-e-elogio-de-eurico-miranda-153905.html

Apesar da redução do preço das entradas, a torcida vascaína compareceu em São Jauário com certa desconfiança. Seu temor se confirmou. O time jogou muito mal mais uma vez, foi envolvido pelo Internacional e acabou derrotado por 2 x 1. Este resultado não elimina matematicamente o Vasco da luta por uma vaga no G4 (que classifica os 4 primeiros para a mais importante competição da América do Sul, a Copa Libertadores de America 2013), mas nos deixa praticamente alijados da disputa, pois o São Paulo abriu 5 pontos de vantagem. Com esse futebol e o ambiente horrível que estamos vivendo na Colina é muito certo que não conseguiremos essa vaga.

Com campanha próxima a de 2008 (ano da queda para a Série B), no segundo turno, O Vasco está com os dois pés fincados na Copa Sul-Americana de 2013, e isto porque tínhamos um time competitivo até a janela de transferência. Com o êxodo de jogadores e uma reposição não compatível com o nível de até então, o time desceu a ladeira tendo sido superado, com certa tranquilidade, pelo São Paulo, em pleno São Januário.

Salários atrasados, verbas de patrocínios penhoradas ou bloqueadas (Eletrobras), e recursos financeiros esgotados, inclusive os de antecipação da receita da TV Globo, a Diretoria não tem mais de onde obter dinheiro para, sequer, encerrar a temporada. O futuro (2013) é incerto, os dias que se seguirão são de dúvida, angústia, decepção e revolta.

Estamos frustrados! Depois de quase uma década sem um título nacional e uma temporada vitoriosa em 2011 (ano de eleição), o Vasco encerra a temporada de 2012 cumprindo tabela no Brasileirão, e com muito trabalho para conseguir iniciar 2013.

Nós resta, agora, e tão somente, a apresentação do projeto de reforma de São Januário, pela Diretoria, para aprovação e confirmação do COB, de São Januário como Sede Olímpica do Rugby Sevens, nos Jogos Olímpicos de 2016, com a consequente revitalização do entorno de nosso Estádio, que será remodelado e modernizado pela Construtora OAS Arenas, para atender ao Padrão FIFA. Com isso teremos condição de realizar os clássicos com nossos rivais cariocas em nossa Casa, como também, poderemos ter a honra de fazer uma final de Copa Libertadores. Essa é meta que nos resta, e que não podemos perder! É o cavalo selado passando na porta de São Januário, o Corcel que nos conduzirá à modernidade e nos dará um novo Estádio à altura de nossas tradições!

Se em 2011 terminanos cantando e aplaudindo nosso time pela força e competência demonstrados no Brasileirão e na Sul-Americana, em 2012, infelizmente, e por conta dos erros de Dinamite e sua Diretoria, a imagem que fica para nós dessa temporada é essa: