Arena São Januário: Vasco fica nas mãos da Prefeitura


Projeto depende de obras no entorno do estádio e não há a certeza de investimento por parte das autoridades. Órgão informa que ‘Porto Maravilha’ não beneficiará local

A arena prometida pela diretoria vascaína não depende apenas do clube. Segundo o LANCENET! apurou, o projeto da reforma do estádio teria como prerrogativa uma revitalização do entorno de São Januário, o que está subordinado à uma decisão da Prefeitura do Rio de Janeiro. De acordo com levantamentos já realizados anteriormente, a quantia necessária para tal seria, aproximadamente, entre R$ 300 milhões e 400 milhões.

Uma das cartas na manga do clube para que essas mudanças aconteçam seria uma inclusão da área de São Januário nas reformas do chamado “Porto Maravilha”, que abrange obras em toda a área portuária da cidade.

Porém, em nota ao LANCENET!, a Prefeitura informou que “a Operação Urbana Consorciada foi criada por lei e estabelece um perímetro urbano de cinco milhões de metros quadrados para a revitalização da Região Portuária. E a área onde está localizado o Estádio de São Januário não está contemplada neste perímetro”. Assim, a iniciativa da diretoria tem grande chance de não conseguir ir à frente.
Nesse cenário, as reformas da região ao redor da Colina, que fica em São Cristóvão, aconteceriam de acordo com uma nova negociação com o prefeito Eduardo Paes, vascaíno declarado. Caso consiga convencê-lo a revitalizar o entorno, a diretoria poderia dar o primeiro passo para a nova arena.

Mas vale lembrar que, no momento, o órgão tem outras prioridades até o início do evento e os investimentos podem acontecer apenas após 2016.

Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/vasco/Arena-Januario-Vasco-maos-prefeitura_0_803919720.html#ixzz2BNMeyYkD
© 1997-2012 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!