20 / 11 / 2012 – DIA NACIONAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA E O VERDADEIRO CLUBE DO POVO: CLU DE REGATAS VASCO DA GAMA


Resposta Histórica

Dia Nacional da Consciência Negra

20/11/2012 – 0h01 Vasco.com.br

“Hoje, 20 de novembro, comemora-se o Dia Nacional da Consciência Negra, data que materializa a imperiosa necessidade de reflexão sobre a importância dos afrodescendentes na construção do Brasil.

Entretanto, por muito tempo os negros brasileiros não puderam usufruir plenamente os desdobramentos da redentora Lei Áurea. Muitas eram as restrições impostas aos nossos irmãos para o convívio nos mais diversos segmentos da sociedade, aí incluídos a cultura, a educação, a economia e o esporte. Neste último, a discriminação era bastante significativa, principalmente nas associações esportivas dominadas pela elite.

Todavia, um clube originário das camadas mais populares viria alterar definitivamente aquele cenário discriminatório, ao abrigar em suas fileiras negros, brancos pobres e não letrados, mostrando a todos que naquela Casa não haveria distinção de cor, credo ou situação econômica. Bastava amar aquele pavilhão, o pavilhão do Club de Regatas Vasco da Gama. Temos orgulho daqueles vascaínos que insurgiram-se contra os ditames elitistas que dominavam as federações esportivas na antiga Capital Federal, nos já longínquos anos 20 do século passado, luta essa que fez do nosso Clube o pioneiro no combate às desigualdades social e racial no esporte, mazelas que ainda grassam na sociedade brasileira, mesmo que veladamente.

Contra as absurdas ressalvas que nos impuseram para que participássemos da então recém-criada Associação Metropolitana de Esportes Atlhéticos (AMEA), foi elaborado um documento que guardamos como verdadeiro trofeu, a Resposta Histórica, cujo texto prima pela concisão, forma enérgica e elegância na recusa à tentativa de eliminação de 12 atletas do elenco cruzmaltino de futebol porque foram acusados de terem “ocupação duvidosa”, sentença proferida em um tribunal no qual não tiveram nem representação nem defesa.

A fibra daqueles homens transformou o futebol brasileiro. A têmpera firme daqueles que são os nossos avós e bisavós transformou o nosso Vasco no maior símbolo de democracia no esporte deste País.

Nesta data, a Diretoria do CR Vasco da Gama se solidariza com as comemorações do Dia Nacional da Consciência Negra e vem de público agradecer a todos os irmãos afrodescendentes que tanto contribuiram para as conquistas do verdadeiro Clube do Povo.

A eles, toda honra e toda glória!”

Carlos Roberto Dinamite de Oliveira
Presidente

FONTE: SITE OFICIAL DO CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA

Camisas Negras

No dia 7 de abril de 1924, o Vasco deu sua resposta histórica na luta contra a segregação social e racial. E é com esse tema que o Club de Regatas Vasco da Gama apresenta nesta quinta-feira (24/03), a sua nova camisa 3.

Através de mais uma promoção para os sócios no site oficial, dez donos do Vasco que escreveram as melhores frases para enaltecer este momento histórico do clube tiveram o privilégio de assistir ao lançamento do novo terceiro uniforme do clube na quinta-feira (24/03/2011), às 10h, na Sede Náutica da Lagoa.

Confira os vencedores:

Rafael Terreiro Fachada – A grandeza de um clube não se vê apenas em títulos, que o Vasco tem muitos, mas também em ações. Viva a diferença, viva a igualdade, viva o Vasco!

Marcus Simonini Ferreira – Dia 7 de abril de 1924, o dia em que o Vasco disse não ao “apartheid”no Futebol Brasileiro! Racismo não faz parte da nossa história!

Daniel Alves – O Vasco escreveu uma das páginas mais lindas da história do futebol ao lutar pela inclusão racial e essa caravela pioneira é nossa bandeira e coração.

Eduardo Thomaz Vasconcelos – O Vasco é negro, é branco, é rico, é pobre, é diverso e complexo. O Vasco não é singular, é plural. Viva o revolucionário Vasco!

José Correia do Prado – Ser Vasco é: Ser vencedor sendo justo, correto, leal. Campeão com dignidade. Pioneiro e desbravador. Ser Vasco é ser humano.

Rodrigo Gonçalves – Ser vascaíno significa ser grande, poderoso, justo e vitorioso, tal como essa belíssima história feita pelo VASCÃO, quanto ao preconceito racial.

Casimiro Miguel – O Brasil tem uma mulher presidente, os EUA têm um negro no cargo máximo. O mundo dá resposta ao preconceito, algo feito pelo CRVG há 87 anos atrás.

Fabio Pinto – Maior troféu que o Vasco possui não pode ser colocado junto com os outros já conquistados, que foi a vitória pela igualdade racial e social no futebol.

Wilton Daltro Rainho – Muito mais do que um clube, CRVG é uma instituição social onde negros e brancos convivem com igualdade e respeito mútuo. Orgulho de ser vascaíno!

Alexandre de Carvalho Prado – A grandeza de um clube se vê como ele se comporta em momentos de controvérsias e desafios, o maior título do Vasco é a eterna luta contra o preconceito.

Fonte: Site oficial do Vasco – Ano de 2011

Ouça a música “Camisas Negras” : http://m.supervasco.com/noticias/banda-catedral-grava-versao-da-musica-camisas-negras-95501.html