Conheça o projeto “Enquanto houver um coração infantil…”


Enquanto houver um coração infantil o Vasco será imortal!

Enquanto houver um coração infantil, o Vasco será imortal

Do interior da Paraíba, mais precisamente da pequena cidade de Taperoá, uma brincadeira deu origem a um projeto de amor e engrandecimento do nosso Vasco. Ao ouvir da filha de seu cunhado que tinha vontade de torcer pelo Vasco, a Vascaína Angela Diniz, paraibana e atualmente moradora da Barreira do Vasco, comprou a ideia de torna-la torcedora do nosso Vasco, dando uma camisa do clube, a principio não oficial, para a menina, que em contra partida teria a obrigação de passar de ano no colégio. Assim ao final de ano ganharia outra camisa, desta vez oficial, personalizada com seu nome gravado!

Proposta aceita e vencida a luta contra as barreiras de um pai urubu, nasceu mais uma torcedora vascaína dentro do mesmo espirito da nossa história como instituição, com muita luta e determinação!

Com o excelente resultado desta experiencia e vendo a necessidade imperiosa de nossa torcida continuar crescendo, Angela e o namorado José Peixoto Junior foram ainda mais longe:

– “Por que não incentivar as crianças a torcerem pelo Vasco e encoraja-las a melhorar seu desempenho nos estudos? Desta forma estaríamos contribuindo com a formação de futuros cidadãos e com o aumento de nossa torcida. A começar pelo sertão nordestino. Região onde já temos um grande número de apaixonados torcedores.” comentou Angela.

Assim nasceu a ideia do projeto “Enquanto houver um coração infantil…” A cada final de ano, depois dos resultados finais da escola, os dois se esforçam para adquirir uma camisa oficial, além de outros brindes, escolhem uma criança que já tenha simpatia pelo Vasco e presenteiam ela, sedimentando de vez o amor pelo clube naquele coração infantil.

A história deste projeto se espalhou rapidamente na cidade de Taperoá na Paraíba e hoje muitas crianças nos procuram para avisar que são torcedores do Vasco e que estão indo bem na escola, todos eles com a intenção de oficializar sua paixão pelo Vasco ganhando uma camisa com seu nome gravado!

Angela lamenta que nesse momento, devido a falta de recursos, não seja possível presentear um numero maior de crianças nem expandi-lo para outras cidades.

“Sabemos da paixão das crianças pelo futebol e da carência de quase tudo, destes meninos e meninas do sertão nordestino, assim um presente vindo do Rio de Janeiro, com seu nome gravado, é algo que transforma qualquer criança num verdadeiro vascaíno! O projeto tem dado certo e não pára de crescer! O objetivo do projeto é fazer com que as crianças passem a torcer pelo Vasco com mais paixão, comprometimento e sintam orgulho por isso. Além de levar a nossa história, a mais linda do Brasil, para todos os cantos deste país!” declarou Angela.

O presidente da Cruzada Vascaína Leonardo Gonçalves parabenizou Angela e Junior pelo empreendedorismo de levar um projeto pelo bem do Vasco à frente, se comprometeu a torná-lo oficial quando a Cruzada estiver gerindo o clube e pediu que as demais correntes politicas fizessem o mesmo para que este e outros projetos semelhantes tenham respaldo oficial do Vasco.

“Ficamos encantados com o projeto e de pronto, doamos algumas camisas. O ideal no entanto é que esse tipo de projeto seja encampado pela diretoria do clube pois assim certamente surgirão mais ajuda tanto de empresas quanto de torcedores interessados em ajudar. A Cruzada assumiu esse compromisso com eles e espero que outros grupos politicos tambem o façam.” comentou Leonardo.

Você vascaíno, pode contribuir com este projeto! Fazendo algo semelhante com qualquer criança deste país ou ajudando a conquistar toda a Taperoá – PB. Como torcedores temos a necessidade de fazer isso no corpo a corpo, na individualidade e com as crianças. Por que não contamos com a complacência da mídia como é o caso de outros clubes.

Caso queira ajudar também nesse projeto, envie um e-mail para a Angela (angeladiniz77@hotmail.com) ou para o Junior (joseapjunior@gmail.com). Com certeza, eles terão o maior prazer em conversar mais sobre esse projeto.

As camisas doadas, também, podem ser enviadas para a casa portuguesa parceira do projeto aqui no Rio, Casa da Vila da Feira e Terras de Santa Maria, no endereço:
Rua. Haddock Lobo, 195 – Tijuca, Rio de Janeiro – RJ, 20260-141. Coloque como Destinatário: Projeto “Enquanto houver um coração infantil…”

Nossa torcida tem tudo para crescer ainda mais!

Fonte: http://www.cruzadavascaina.com.br/noticias/conheca-um-pouco-mais-sobre-o-projeto-enquanto-houver-um-coracao-infantil/