DESCONTROLE TOTAL NO SEGUNDO TEMPO , FEZ O VASCO SAIR GOLEADO DO MORUMBI. SÃO PAULO 5 X 1 VASCO.


sp vas

DESCONTROLE TOTAL NO SEGUNDO TEMPO , FEZ O VASCO SAIR GOLEADO DO MORUMBI. SÃO PAULO 5 X 1 VASCO.

Num jogo com rendimento bastante  semelhante ao que mostrara na partida contra a Lusa , em São Januário, o Vasco se apresentou bem no primeiro tempo contra o São Paulo, entretanto,  o time vascaíno se perdeu na etapa final. O inexplicável descontrole que se abateu no time vascaíno na segunda etapa (tático e emocional) jogou no ralo a esperança de , pelo menos, trazer 1 pontinho do Morumbi,  e resultou assim, , numa sonora goleada imposta pelo time paulista.Nada menos do que cinco gols sofridos , em apenas 24 minutos.Um vexame.

O que chamou a atenção de todos que assistiram ao jogo , foi a abrupta queda de rendimento do time vascaíno em relação ao primeiro tempo. Mesmo que o São Paulo tenha aumentado sua mobilidade no ataque , com a entrada do Aloisio (por sinal, uma boa substituição feita pelo técnico Ney Franco) , não se justifica tamanha desarrumação tática por parte do Vasco, e o que é pior, a demonstração de que o time ainda sofre (muito) psicologicamente quando sai atrás do marcador. A equipe desacredita de suas forças e parece se entregar nas partidas (e vem assim desde o campeonato carioca).

Dessa vez ,ao contrário do jogo contra a Portuguesa, nós jogamos contra um adversário de boa qualidade técnica ,  de grande tradição (além disso sob seus domínios), e o Vasco pagou caro por seus erros infantis , e pela sua postura acovardada de jogar.O Vasco não existiu no segundo tempo, e o São Paulo teve sua vida facilitada ,levando assim os 3 pontos , e lavando a alma da sua torcida. Aplicou com incrível facilidade, 5 a 1 no time cruz maltino.

Sábado as 18:30h, contra o Vitória , no Barradão, será mais uma prova de fogo para o Vasco. O time baiano fez um bom jogo contra o Internacional (2×2) e, principalmente contra o Náutico (nos Aflitos) aplicando 3 x 0 fora de casa. Independente da carência técnica do elenco vascaíno (que já estamos cansados de saber) , não podemos deixar de buscar a vitória a qualquer preço, sempre. O sentimento da equipe quanto a isso precisa mudar. Antes que venha, esse ou aquele reforço , (renomado ou não), o primordial  é que cada jogador vascaíno encarne o pensamento de que para se jogar ali, há de se entregar pela vitória o tempo todo e a qualquer custo. Entender primeiro o que é ser Vasco, e a sua grandeza. Esse deve ser o primeiro passo adotado pelo grupo, para que o Vasco consiga trilhar um melhor caminho nesse campeonato.

Saudações vascaínas

Leandro Monteiro

Colunista Blog IV