São Januário atual x Arena São Januário e revitalização do Entorno‏


Januario-Vasco-Foto-Paulo-Sergio_LANIMA20120615_0009_26

X

Arena São Januário

Na qualidade de Sócio do CRVG e membro do Grupo Voluntário de Sócios do Vasco que busca a revitalização do entorno de São Januário, gostaria muito de, neste post, iniciar um debate sobre o tema “O futuro de São Januário”, e a tendência do Futebol de hoje: As novas Arenas no contexto brasileiro.

Vou iniciar com alguns dados comparativos face aos elevados preços dos ingressos frente à realidade do trabalhor/torcedor brasileiro.

Primeiramente, e antes de mais nada, segue a tabela comparativa de salários mínimos de diversos países para compararmos com os salários do Brasil:
http://valordosalariominimo.com.br/valor-do-salario-minimo-europa.html O valor do salário mínimo no Brasil é R$678,00 e na Inglaterra é R$3286,40.

Comparemos: preços dos ingressos x Poder Aquisitivo da moeda, considerando a paridade de câmbio, e chegamos à conclusão que os mais pobres ingleses podem comprar ingressos para assistir ao seu time numa Arena moderna e confortável, dotada de bom acesso e o melhor sistema ferroviário do Planeta. É evidente que, para os setores mais caros irão as pessoas de maior poder aquisitivo, mas os menos favorecidos também podem ir ao estádio e até viajar para ver o time em outras cidades. O clube cuida disso também, e a preços imbatíveis, para quem compra o carnê da temporada. Há carnês de todos os preços.

Na tabela abaixo seguem os preços dos ingressos para se assistir a uma partida de um grande clube inglês, o Leeds United, em sua Arena, o Elland Road, que é palco também de vários shows de bandas européias. O Estádio obviamente segue o Padrão FIFA/UEFA, e está apto a receber partidas internacionais de Seleções e da Champions League. O Leeds está em negociações com a Gigante dos Energéticos Red Bull. Os valores dos ingressos estão em Libras, mas pelo site Finance One, no link http://www.financeone.com.br/moedas/conversor-de-moedas/ vocês podem converter para Reais.

Reparem nas Categorias, e que compra-se o assento como se fosse no Kinoplex! Você escolhe onde quer ficar, e portanto de acordo com o que pode pagar por ele. Tem área para a família e serviços Kids. Quem adquire pacotes paga menos. Os preços não são absurdos como no Brasil, mesmo os ingleses tendo poder aquisitivo melhor. A política é a mesma para Arsenal, que tem Estádio com naming rights Fly Emirates, e a coisa não é muito diferente para os clubes alemães. Aliás, na Alemanha, o Borussia tem uma política que dá acesso a muitos torcedores mais pobres, mais até do que na Inglaterra. Na Alemanha a política é de não estabelecer um salário mínimo nacional.

O Leeds possui, no Complexo Elland Road, um Centro de Convenções para eventos diversos, uma Superstore (Megaloja), e ainda Restaurante, bares, lanchonetes, como se vê no link http://www.leedsunited.com/stadium. O Clube dispõe do serviço TVWEB por assinatura, na qual se assiste a treinos, compactos dos jogos, entrevistas, jogos históricos e notícias e pode ser vista com login e senha de qualquer lugar do mundo, o que mantém o torcedor “próximo” do clube mesmo se estiver residindo em outra cidade do Reino Unido ou mesmo aqui no Brasil, de onde, aliás, pode comprar o seu ingresso para um jogo, com Visa Credit Card. Fiz esta simulação. O club tem uma política de liderança dentro da sua comunidade (coisa que o Vasco deveria ter em São Cristóvão!!!) e oferece oportunidades de trabalho voluntário e remunerado: http://www.leedsunited.com/club

CASO DE SÃO JANUÁRIO

O problema não está em manter São Januário do jeito que está para possibilitar o acesso do torcedor vascaíno a preços módicos, mas sim à política de privatização das Arenas do Brasil, cujo exemplo é péssimo para o Vasco da Gama! É uma política de cima para baixo (pintura de edifício) perversa na qual prevalece o lucro fácil, a ganância, e falta de transparência e mesmo de competência para gerir o Estádio/Complexo. Quando se tem naming rights, estádio setorizado, programa de sócios eficiente e sério, e serviços diversos, bem como um calendário bem organizado é possível ter uma Arena moderna e confortável a preços acessíveis, preços populares para toda a temporada. O Grêmio já faz isso mesmo com esse calendário maléfico bolado por CBF e Globo! A área chamada Avalanche foi concebida para este fim. Portanto, não é preciso vender um jogo para uma empresa, como o Vasco lamentalvemente fez ( partida contra o Corinthians, em Brasília) para ter um lucro maior.

Não é a modernização o inimigo do torcedor vascaíno, não são a revitalização do entorno nem a a nova Arena SJ os vilões dessa história, mas sim os gestores! Eles já perderam o Rugby, e não sabem ou não querem mais dizer nada sobre o projeto da Arena e da revitalização e eu temo que estejam usando o assunto como trunfo de campanha eleitoral, numa tentativa de fazer de refém o associado eleitor! E se isso acontecer, temo ainda mais pelo contrato que irão celebrar com a Construtora, o que poderá onerar muito a obra, o tempo de concessão, a dívida do clube com o setor privado, além da que já temos com Fazenda Nacional e aí sim colocar os ingressos em patamar estratosférico. Neste caso, e se o contrato e a obra acontecerem dessa forma, até eu serei totalmente contra, porque estaremos perdendo nosso direito pleno de propriedade sobre São Januário, e consequentemente a nossa “Soberania Instituicional” e isso nenhum Vascaíno autêntico pode aceitar!

É hora de renovar o Vasco como um todo! Sua política, sua gestão, pensamentos, maneira de ver o Vasco, de administrar o Vasco, servindo a ele, e não servindo-se dele para fins pessoais e de carreira!

Aguardo a opinião de vocês para darmos sequência ao debate.

Vejam a política do Leeds United. Comparem preços dos ingressos x salário britânico. Só um parêntese: O Leeds é um gigante adormecido. Teve grandes temporadas nas décadas passadas e chegou a semi-final de Camphions League. Caiu para a 3ª divisão e hoje está na segunda divisão! Luta para voltar à Premier League.

Segue texto em inglês extraído do site do Leeds United:

Elland Road Stadium - tickets prices

* A member can purchase three tickets (must include a concession)
** Designated areas only

Concession match ticket prices are available to:

Senior Citizens aged 60+
Juniors under 16
Young adults aged between 16 and 21
Students in full time education aged 22+

The club has introduced brand new matchday concession prices for young adults aged 16 to 21 and full time students aged 22+. Any fans wishing to purchase Young Adult or Student tickets will need to apply to Ticket Services for a Club Photo ID card. The ID card will be required for use on matchdays. Young Adults / Students will need to present both their Club photo ID card and concession match ticket at the turnstile in order to gain entry.

The club is seeking to implement a new ‘Dynamic Ticket Pricing Solution’ part way into the season, subject to approval from the Football League and our fellow Championship clubs.

The new scheme is demand-based, and has already been adopted by a number of clubs in both the Championship and Premier League. The club are currently working with our ticketing partners on the launch, and fans will be kept informed of the progress.

http://www.leedsunited.com/ticket-prices-and-stadium-plan

Elland Road Stadium - map

GENERAL STAND INFORMATION

John Charles West Stand

The West Stand is traditionally known as the ‘Main Stand’. This is the location where the players run out of the tunnel.

East Stand Family Area

This area is recommended for Family Groups. It is strictly only available to club Members. A Member can purchase three tickets in this area, must include a concession. This area has excellent concourse facilities. The club will strictly monitor the behaviour and language of fans in this area to protect the family environment. Foul and abusive language will not be tolerated in this section.

Non Members Family Area

A Family Area is also available for non-members and is located in the South East Corner section of the stadium. A ratio of two adults per one concession applies in this area. The club will strictly monitor the behaviour and language of fans in this area to protect the family environment. Foul and abusive language will not be tolerated in this section.

East Stand Upper

The East Stand Upper is not recommended for supporters who suffer from vertigo or supporters who have difficulty walking. Children under the age of five are not permitted in this stand.

North Stand

The North Stand is the busiest and most vocal area of the stadium. This area is not recommended for young children or family groups. Although monitored, supporters in this stand have a tendency to stand throughout the game.

Bremner Suite

Purchase a ticket in the Bremner Suite and have exclusive access to an executive bar, a reserved padded seat in the West Stand, dedicated entrance, and private toilet facilities. You have access to the Suite at half time and post match whilst you wait for the traffic to disperse.

Visiting fans

The visiting fans are located at the South End of the John Charles West Stand. Visiting supporters need to contact their club in advance of the game to purchase tickets.

Further information

Fans that purchase additional tickets on their Membership / customer number will be responsible for the conduct of those fans they have purchased tickets for.

The club reserve the right to restrict the maximum number of tickets available to purchase for high profile fixtures to avoid tickets being made available through unauthorised sources.

We reserve the right to amend on sale dates or change the selling procedure for any fixture. Dates of fixtures and kick off times are subject to change.

For further information, please contact Ticket Services on 0871 334 1992

Please note calls to 0871 numbers cost 9p per minute plus network extras.
– See more at: http://www.leedsunited.com/ticket-prices-and-stadium-plan#sthash.gQQHWUeB.dpuf